como estudar lei seca

Entenda o que é e como estudar LEI SECA para concursos

Se existe uma coisa que todo concurseiro precisa fazer é estudar lei seca. A lei seca é como comumente chamamos os textos normativos como eles foram escritos e publicados pelos legisladores. Isto é, ao estudar lei seca, você está estudando a lei literalmente.

A verdade é que ter o conhecimento da legislação vigente é essencial para muitos concursos públicos, especialmente nas primeiras fases, onde as provas são objetivas. Nesta etapa, praticamente toda a prova será composta de perguntas referentes a letra da lei.

Então, não tem saída! Mas você não precisa se desesperar, achando que não tem capacidade de memorização. E calma, você não vai precisar estudar cada detalhe de toda lei vigente no Brasil!

Existe algumas estratégias que você pode seguir para facilitar o seu estudo da lei seca enquanto se prepara.

No vídeo abaixo, você pode ver um pouco mais sobre a lei e a sua importância. E logo depois, você vai descobrir algumas dicas para estudar a lei com mais tranquilidade. Então vamos lá!

1. Veja o que o edital pede

Você não deve sair estudando qualquer lei ou mesmo a lei inteira sem saber melhor se ela terá algum uso para você.

A melhor estratégia é ver quais partes da lei o edital do concurso está pedindo. Depois, basta dar uma boa olhada na lei, entender sua estrutura, como seus títulos e capítulos, por exemplo.  Ao fazer isso, você poderá estudar os princípios, definições etc de maneira mais focada. 

2. Estude provas anteriores e descubra padrões

Estudar provas anteriores da mesma banca ou de cargos semelhantes vai ajudar você a saber em quê focar. Além do que está escrito no edital, é aconselhado afunilar suas chances de estudar o que vai cair, e ter uma boa noção do que caiu antes é uma estratégia interessante de se seguir.

3. Combine um livro com a letra da lei

Ao estudar e saber o que é pedido no edital, é interessante combinar a explicação de um livro sobre a lei junto com a lei em si. Assim, você tem uma visão mais interpretativa da lei seca e poderá criar associações de maneira mais orgânica.

Estudar somente a doutrina não é uma boa ideia, da mesma forma que estudar somente a lei seca pode deixar as coisas mais difíceis, em termos de interpretação. Combine e você terá uma visão mais global e completa da lei. Ah, e evite apostilas para este propósito. 

estudo de lei seca

4. Aprenda a grifar

Muitas questões pedem que você saiba expressões exatas de como está escrito na lei. Para aumentar suas chances de memorizar esse tipo de coisa, é preciso aprender a grifar as partes que você poderá utilizar com frequência quando for revisar. 

Aprenda a reconhecer as partes que sua banca pode pedir e grife as partes mais importantes da lei.

5. Faça MUITAS questões

Estudar através de leitura é importante, mas leitura é apenas um estudo passivo. Para ampliar sua memorização, é necessário o estudo ativo. Uma boa forma de estudar de maneira ativa é praticando questões para ter certeza que você realmente entendeu e memorizou a lei.

Faça uma bateria de questões. Umas 50 é um número excelente para aprimorar seu entendimento da lei e solidificar o aprendizado.

6. Revise, revise, revise

Não estude uma vez e depois nunca mais olhe para aquilo. Para que você memorize mesmo, é preciso revisar. Sabe aqueles grifos que você fez na lei? Volte lá e releia e faça o esforço de sempre praticar questões como forma de revisão. E não esqueça dos simulados!

7. Desafie-se

desafio up concurseirosUma excelente forma de manter o estudo de lei seca na sua rotina de estudos também é se desafiando a ler aquelas leis imprescindíveis. É por isso que os Desafios UP são sempre bem-vindos durante toda a sua preparação.

Eles estimulam que você não deixe de ter contato com a lei sempre até que esteja preparado para prosseguir.

E você? Qual estratégia utiliza para estudar lei seca? Compartilhe com a gente e ajude outros concurseiros nesta jornada rumo à aprovação.

Compartilhar

2 comentários em “Entenda o que é e como estudar LEI SECA para concursos

  1. Estudar provas passadas realmente é muito importante,mas não se apegue a erros que vão surgir, ás vezes as questões não são compatíveis com aquilo que voce estudou e que está pedindo no edital ! Boa sorte !

  2. Estudar por meio de provas anteriores foi a melhor dica que já ouvi, inclusive defendo muito esse método, pois foi por meio dele que já obtive a aprovação em dois concursos estaduais.

Deixe uma resposta