técnicas de estudo

5 técnicas de estudo comprovadas que aumentam o seu aprendizado

Como você estuda? Lendo e relendo o livro? Sublinhando todas as partes importantes? Assistindo videoaula e anotando o que o professor fala? Fazendo questões de prova toda mês?

A forma como estudamos pode influenciar quantas informações conseguimos aprender e até por quanto tempo essa informação vai estar em nossa memória.

Além disso, o nosso estudo pode tomar mais ou menos tempo, dependendo da maneira como nos dedicamos a ele e nossa consistência.

Existem algumas práticas de estudo cientificamente testadas que ajudam a aumentar sua capacidade de aprendizado. Descubra agora, em ordem de eficiência, 5 delas.

1. Pratique: faça testes

O concurseiro que pratica mais tem mais chance de aumentar seu aprendizado da matéria. E uma excelente forma de praticar é fazendo testes, provas e exercícios.

Apesar das questões de múltipla escolha serem eficientes, você deve também fazer muitas questões discursivas. Outra excelente forma de praticar é você mesmo criando perguntas para respondê-las.

Se você não quiser apenas responder questões, pode desenvolver e criar flashcards para esse fim.

2. Distribua seu tempo de estudo

Para se lembrar por mais tempo das informações que você estuda, você deve distruibuir seu estudo espassadamente, de acordo com o tempo.

Por isso é tão importante não só estudar de maneira consistente, transformando seu estudo em hábito, mas também ter um planejamento de estudos.

É com um planejamento de estudos que você poderá distribuir as matérias a serem estudadas dentro do seu tempo disponível e da quantidade de semanas que deseja se preparar.

3. Explique o porquê

Quando você for estudar, foque em aprender os motivos ao invés de apenas os fatos. Não saiba somente “o que”, saiba também “o porquê”.

Um exemplo de como você pode fazer isso é ler um parágrafo e se perguntar: por que A resultou em B?

A partir da resposta, você pode criar anotações importantes na hora da revisão.

Essa dica é especialmente importante para quem já se sente familiarizado com a matéria e pode discorrer sobre ela com suas próprias palavras.

4. Explique o processo

Enquanto você estuda, pode aplicar a técnica da autoexplicação, que consiste em explicar e desenvolver o “como” resolver o problema.

Durante o aprendizado, explique os processos utilizados para que o problema apresentado na sua leitura seja resolvido. Você poderá conseguir processar o conteúdo com muito mais entendimento do todo.

5. Estude conteúdos semelhantes paralelamente

Quando estudamos, é normal que pensemos em um conceito de cada vez, ou um tipo de estudo de cada vez. Fomos educados na escola dessa forma, entendendo uma coisa para assim passar para outra.

Mas quando conceitos são semelhantes e se complementam, pode ser uma boa ideia estudar fazendo conexões entre esses conceitos e conteúdos. Ao invés de ler apenas lei seca, por exemplo, você pode ler a lei acompanhando a doutrina e a jurisprudência. Também funciona muito bem na hora de estudar Matemática e Raciocínio Lógico.

Esse tipo de estudo paralelo é considerado moderado para quem quiser memorizar a informação por muito mais tempo. A ideia é não passar muito tempo com o mesmo tipo de material, mas ser capaz de fazer conexões entre os tipos de conteúdos e conceitos para entender suas diferenças e similaridades.

Conclusão

Essas formas de estudo são consideradas moderadas e altas quando o assunto é aprendizado. Foque em incorporar gradualmente uma ação de cada vez.

Perceba o que mais funciona para você. Comece pequeno, como desenvolvendo um planejamento para estudar de maneira espassada. Depois, introduza questões de mútipla escolha e discursivas diriamenete nos seus estudos e vá testando as outras dicas.

O mais importante de tudo é que você aprenda o que estuda. Sempre.

Chamada para a ação

Cansou de estudar à esmo e precisa de mais informações, desafios, ferramentas e motivação? Aprender mais e conheça técnicas de estudo participando da área exclusiva para membros da UP, o Passaporte VIP.

passaporte-vip

Compartilhar

Deixe uma resposta