Skip to main content
Estudar Mais ou Estudar melhor?

Estudar Mais ou Estudar Melhor?

Será que vale mais a pena estudar mais ou estudar melhor?

Recentemente saiu uma matéria em um jornal de grande circulação afirmando que concurseiros estudam em média 20 horas por dia para passar. Na mesma hora, diversos influenciadores no Instagram postaram críticas a matéria por este tipo de conteúdo que só ajuda a deixar os novatos mais ansiosos.

Apesar de eu sinceramente achar que foi um ato falho do jornal – que eles queriam, na verdade, dizer 20 horas por semana (o que, sim, seria plausível) – isso retomou uma velha discussão: a da quantidade versus qualidade nos estudos.

Em contrapartida, pessoas começaram a afirmar o extremo oposto: que era melhor estudar pouco. Que quantidade de estudo obrigatoriamente influencia na qualidade. Que quem estuda 2 horas aprende mais que quem estuda 8 horas, e por aí vai. Que só estudando pouco, consegue-se obter máximo rendimento.

Minha opinião é diferente de ambos:

Eu acredito que é possível sim aliar quantidade de estudos com qualidade nos estudos.

Isso porque os motivos que te fazem não conseguir estudar muitas horas não são os mesmos que te fazem não estudar bem.

Veja bem, tem gente que estuda 2 horas por dia e ainda assim estuda muito mal. E tem gente que estuda 6 horas muito bem estudadas.

Para os dois lados, existe um limite obviamente.

E neste artigo, eu quero lhe ajudar a entender um pouco mais sobre esses motivos e como você pode aumentar o volume de estudos e aumentar, também, a qualidade deles.

 

IDEAL VS MÉDIA!

Fazem essa pergunta o tempo todo: quantas horas devo estudar? Estudo x horas todo dia, está bom? E por aí vai.

O que eu posso dizer é que ao longo de toda a minha carreira construindo planejamentos, eu NUNCA vi ninguém que conseguiu estudar mais de 8 horas diárias efetivamente.

É impossível? Talvez não, mas eu mesmo nunca conheci ninguém que conseguisse.

Todas as vezes que alguém pedia para estudar mais de 8 horas por dia, eu já sabia que, dali alguns dias, ela iria me mandar um e-mail pedindo para modificar porque não estava conseguindo estudar… e sempre acontecia.

Então qual é o ideal?

De verdade, o ideal é a quantidade que você consegue fazer… e eu possa afirmar que mesmo que você tenha o dia inteiro livre, você consegue estudar no máximo 8 horas!

Se você tem a manhã livre, você consegue fazer 3 horas muito bem… 4 horas com esforço.

Se você tem a tarde inteira livre, idem.

Se você tem a noite inteira livre, idem… porém, você precisa de 1 dos 3 turnos NO MÍNIMO para descansar e fazer todas as outras coisas que existem na sua vida.

Desta forma, você nunca conseguirá estudar 12 horas se esforçando nos 3 turnos.

Você estudará, no máximo 8 e tranquilamente 6!

Vale lembrar que estamos falando de horas líquidas, ou seja, depois de descontados os tempos de pausa e descanso.

É claro que isso não são regras… são apenas percepções que tive com os concurseiros com quem trabalhei.

Em média é assim.

Por falar em média, muitos concurseiros me perguntam também quanto é a média de estudo das pessoas.

E a média é 4h30 minutos por dia de segunda a sábado e 3h30 no domingo. Ou seja, Concurseiros estudam em média 30 horas e 30 minutos por SEMANA.

E aí você olha para o seu estudo e percebe que você TEM O DIA INTEIRO mas só estuda 2 horas… e agora?

 

COMO ESTUDAR MAIS HORAS POR DIA?

Essa parte só vale para um único tipo de pessoa: aquela que está estudando menos do que deveria.

E geralmente quando você está estudando menos do que deveria, você sabe disso.

Se você tem o dia inteiro livre mas só consegue estudar 2 horas por dia, então você está falhando.

Agora se você trabalha e estuda o dia todo e consegue estudar 2 horas por dia, então você está dentro do possível… e não deve pensar em como aumentar as horas de estudo. Se for o seu caso, pule para a próxima sessão, que é a da qualidade.

Então, se você continua aqui, é porque procrastina.

Para estudar mais horas por dia você deve seguir os seguintes passos:

  1. Defina exatamente em que momentos você irá estudar

Faça blocos de no máximo 1hora e 30minutos e adicione pausas entre eles de 5 a 15 minutos, assim será muito mais fácil vencer os horários

  1. Separe suas tarefas em blocos

Ao invés de ir fazendo as coisas na hora que a demanda aparece, vá anotando e faça tudo de uma vez… do mesmo jeito que tem blocos de estudo, tenha blocos para “coisas na rua”, para “tarefas domésticas” e por aí vai.

Deixe um bloco de notas perto de você para que, sempre que lembrar de uma tarefa a ser feita, você anote ao invés de ir fazer imediatamente. Assim, no seu tempo livre, você pode checar as coisas que tem para fazer facilmente.

  1. Respeite as regras de ouro

São quatro regras para estudar todos os dias:

  1. Comece na hora certa
  2. Respeite o tempo de pausa
  3. Realoque o tempo perdido
  4. Planeje o dia seguinte antecipadamente

No vídeo abaixo você consegue se aprofundar no assunto

  1. Aprenda a dizer não

As interrupções podem acabar com a sua disciplina e te levar a fazer coisas que não queria e não precisava fazer. Assim, aprenda a dizer não para aquilo que irá lhe atrapalhar.

Uma dica é transformar o “não quero” em “não posso” porque aí, não há discussão.

No vídeo abaixo fica mais claro como fazer isso.

Fizemos também uma série de vídeos sobre disciplina que podem lhe ajudar a conseguir estudar corretamente e potencializar o seu tempo.

Clique no botão abaixo para APRENDER MAIS SOBRE DISCIPLINA

 

COMO ESTUDAR AINDA MELHOR!

Agora que você já consegue aproveitar o seu tempo para estudar, você precisa estudar melhor.

Estudar melhor nada mais é do que absorver de fato aquilo que estudou.

Pode parecer simples e óbvio, mas na prática parece que muitos só ficam ali lendo e lendo sem de fato aprender nada.

E o pior: acham que isso é normal.

Não é! Entenda uma coisa: cada segundo que você estudou sem aprender foi perda de tempo.

Em outras palavras, é melhor avançar mais lentamente, porém com aprendizado completo do que avançar rapidamente sem aprendizado algum.

Depois que você consegue isso, aí sim pode tentar aprender mais rápido!

Para aprender melhor você precisa:

  1. Estudar ativamente

Processe as informações que recebe, tentando explica-las, criando resumos com suas próprias palavras e até mesmo criando mapas mentais.

Quanto mais ativo você for no seu aprendizado, mas fácil será aprender.

  1. Concentre-se

Novamente, é importante manter o foco. A cada interrupção você precisará de pelo menos 20 minutos para retomar a concentração total no que estava fazendo.

Agora imagina quem é interrompido a cada 10 minutos? Não consegue ter nem um segundo de concentração plena!

  1. Construa conhecimento

Se a cada 1 hora você estuda uma coisa diferente e você só vai retomar isso depois de 2 semanas, a chance de você aprender é bem pequena. Você precisa construir conhecimento.

E construir pressupões que cada pedaço de conhecimento é base para o próximo, e para o próximo e por aí adiante.

Você precisa se dedicar pelo menos 4 horas por semana para cada matéria para construir conhecimento, o que nos leva ao próximo ponto.

  1. Estude mais, menos matérias

Quanto mais matérias você estuda, mais conteúdo diferente você tem para estudar. Imagina se você aprendesse 10 línguas paralelamente… é provável que não aprenderia nenhuma delas.

Estudar menos matérias, permitirá que você se aprofunde em cada uma de tal maneira a aprender e nunca mais se esquecer… ao finalizá-las, você continuará revisando e começará a estudar as outras.

  1. Revise

Revisar é essencial para você aprender mais. Não negligencie o poder das revisões. Elas servem tanto para garantir que você não esqueça o que já estudou usando muito menos tempo do que o estudo em si quanto para treinar seu cérebro pra lembrar na hora da prova.

Veja o vídeo abaixo porque você nunca consegue cumprir seu ciclo de revisões

Veja também este Guia das Revisões Efetivas!

  1. Faça questões

Fazer questões lhe ajuda de diversas maneiras seguintes e é um erro fatal negligenciar esta parte.

Questões podem lhe ajudar a ficar mais preparado para a forma como a prova vai lhe cobrar cada conteúdo, vai te indicar como está o seu desempenho atual e ainda ajuda a revisar.

As questões frequentemente trazem um caso ou história e esta é uma das formas mais poderosas de se aprender.

No vídeo abaixo eu falo porque vale a pena fazer questões!

 

CONCLUSÃO

Então agora você percebeu que as coisas que te fazem não conseguir estudar são diferentes das coisas que te fazem não conseguir aprender, ou seja, focando em cada uma delas individualmente, você é capaz de ampliar não somente a quantidade de seus estudos, mas também a qualidade.

Quanto mais você consegue aliar ambas as coisas, mais valiosa se torna a sua hora de estudo e maior a chance de você passar.

Como tem sido seus estudos atualmente? Seu maior problema está em conseguir estudar bem ou aprender de verdade o que estuda? Conte pra gente a sua situação para que possamos lhe ajudar ainda mais.

Se você gostou e quer receber mais conteúdos bacanas como esse, se inscreva em nossa lista.

Conte comigo!


Compartilhar

Ivan Bittencourt

Diretor Executiva na UP Concurseiros

Deixe uma resposta